Wordy – Darlan Ricardo

Sometimes I enjoy writing ^^

Finding your way

I think we all can say that sometimes it is pretty hard to find the way we wanna follow. Well, at least I can say that, not because my mind changes so much, but because not everything that shine is gold – you know?!

I’ve been pursuing things that eventually turned out not to be what I thought, or imagined it’d be.

So I understand that we are all kind of stumbling somehow to find that one thing that makes us happy – that makes you personally happy.

We all crave contentment, it is a part of who we are, and though a lot of us can find joy by being around family and friends, it feels like there’s something more, something is missing – at least for me…

But one thing I’m sure – not to give up. One day it’s going to happen, and it’s gonna be as great as I think it will.

Always try…

Sometimes we think it is difficult to keep trying even when we fail. Truth is that nothing in life is much easy… we all have so many different experiences in our lives. Sometimes certain things scape from our hands, even though we had it all. But I really believe that at the end of the day, we must not give up, never give up, of this continuous try…

language / linguagem

Pois é depois de tanto tempo sem escrever aqui, me deparei com algo – apenas para constar, estive passando por várias coisas durante este tempo, faculdade, desemprego, emprego, correria, não-correria, crises, não-crises, e todas essas coisas que acontecem na vida de qualquer homo sapiens nessa terra. – enfim… me deparei com o seguinte, o dilema da língua, a expressividade que a linguagem seja ela a nativa, seja ela a estrangeira me proporcionam, sou brasileiro, amo o inglês, falo português todos os dias, penso em inglês o tempo todo, vivo dividido entre o que me foi dado, e o que conquistei. Mas que complicação, queria ter um local para escrever (em inglês) mas não atinjo, e talvez nunca terei o mesmo nível de conforto usando a minha língua nativa… que coisa! –  ta aí uma expressão que não saberia com exatidão, traduzir para o inglês… Mas qual o motivo de toda essa ladainha? Bem estou escrevendo em português, este é o motivo. Depois de um bom tempo se esforçando para aprender ao máximo uma língua, tu percebe que certas coisas podem ser ditas somente no seu idioma, já que é algo que está intrinsecamente ligado à sua identidade, porque a nacionalidade faz parte de quem eu sou, independente das vantagens ou desvantagens que certas nacionalidades nos proporcionem.

Então é o seguinte, não sei se vou escrever só em português, nem se só em inglês, nem sei se alguém vai ler este post, (whatever!), mas não da pra ignorar quem você é, com tudo aquilo te faz você, principalmente sua língua. Não que eu tenha tentado ignorar, mas não faz sentido não utilizá-la, nem que seja no wordpress…